Equipe da DGAM assiste palestra sobre as Wetlands

A Sudecap recebeu, no dia 27/08 no auditório do 9º andar, o  eng. Paulo de Castro Vieira, mestre em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela UFMG, que fez uma exposição sobre o Projeto Wetlands na bacia de detenção do córrego Vilarinho para tratamento da poluição do córrego Quaresma. Este é um projeto que será conduzido pelo NEPE-PDD e cujos estudos para o licenciamento ambiental estão tendo a elaboração supervisionada pela equipe da Divisão de Gestão Ambiental (DGAM) da Sudecap.
Segundo o eng. Paulo, as wetlands (do inglês, áreas úmidas) são dispositivos, que instalados em um ponto do corpo d’água, são capazes de reter a matéria orgânica e sólidos em suspensão, devolvendo a água mais limpa ao fim da wetland para o curso d’água, funcionando como um filtro.   É um mecanismo baseado nos ambientes naturalmente alagados como os pântanos, inclusive com a existência de plantas características, como as taboas. Dessa forma, as wetlands são uma alternativa de tratamento com baixo custo, sendo necessária uma manutenção periódica para a retirada de lodo e material sólido retido nas lagoas de sedimentação.

NEPE – IT discute fluxo de licenciamento ambiental de empreendimentos

O coordenador do NEPE – IT, eng. Ubiratan Soares de Sá e o eng.  Paulo Roberto Takahashi ofereceram, no dia 10/09 no auditório do 9º andar, a palestra Fluxo de Licenciamento Ambiental.  O objetivo era apresentar o resultado do estudo do fluxo dentro do NEPE – IT , que analisa os projetos de ligação predial-pluvial dos empreendimentos sujeitos a licenciamento ambiental ou causadores de impacto ambiental.
Foram apresentadas as dificuldades, pontos críticos e/ou de atenção; e um quadro-resumo dos projetos em análise, aprovados e em revisão, ressaltando que o montante de revisões (retrabalho) gira em torno de 40%. A ideia é orientar melhor o empreendedor para elaborar um projeto de melhor qualidade, em cumprimento às condicionantes ambientais e demais orientações para licenciamento ambiental.
O eng. Paulo Roberto Takahashi enfatizou a necessidade de se publicar rapidamente o Manual para Elaboração de Projetos, que ele chama de “cartilha”, e montar grupos de trabalho com pessoas da SMMA, Diretoria de Projetos da Sudecap e demais núcleos envolvidos no licenciamento ou avaliação de empreendimentos de impacto, para afinar os procedimentos e objetivos.
Entre diversas atividades, o Núcleo de Execução de Projetos Especiais – Informações Técnicas, NEPE – IT, analisa vários projetos e fornece subsídios para a elaboração dos mesmos, no que diz respeito à adequação e obediência das normas.

Corpo de Bombeiros apresenta palestra Prevenção e Combate à Incêndio

A Sudecap recebeu, no dia 28/08 no auditório do 9º andar, José Carley,  sargento do Corpo de Bombeiros, que apresentou a palestra Prevenção e Combate à Incêndio. A iniciativa de convidar um especialista do Corpo de Bombeiros partiu da Diretoria de Projetos e foi motivada por dúvidas surgidas durante reuniões que discutiam a questão da segurança em projetos de edificações públicas.
 O sarg. Carley apresentou aos engenheiros e arquitetos da Sudecap as NBR’s, Leis, Decretos e Portarias que regulamentam as diretrizes para a segurança contra incêndio e pânico em edificações em Minas Gerais. Discutiu também procedimentos dos processos de análise de projetos técnicos e vistorias, desde a protocolização até a emissão de Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).
Os engenheiros, arquitetos e técnicos presentes puderam esclarecer dúvidas e conhecer mais detalhes sobre os procedimentos burocráticos para as solicitações de análises de projetos técnicos e vistorias ao Corpo de Bombeiros.

 

O biólogo da Sudecap, Flávio Henrique da Silva Franco, defendeu sua dissertação de mestrado no Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (ICB – UFMG) no dia 25 de agosto. O trabalho com o título Quantificação de Sorgoleona Produzida em Raízes de diferentes acessos de sorgo, realizado em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA Milho e Sorgo), discute sobre a produção de uma substância pelas raízes das plantas do cereal sorgo capaz de inibir o crescimento de algumas plantas daninhas. Flávio é o primeiro a fazer uma análise quantitativa dessa substância chamada de sorgoleona e abre novas perspectivas para o desenvolvimento de bioherbicidas, ou seja, herbicidas derivados de substâncias naturais que permitem um manejo sustentável no controle de plantas invasoras de forma menos agressiva ao homem e ao meio ambiente. A banca, composta por duas pesquisadoras da UFMG e dois Engenheiros Agrônomos da EMBRAPA, elogiou o trabalho por sua inovação e contribuição para o conhecimento científico aplicado. Flávio, que está lotado na DGAM, acredita que as experiências adquiridas no mestrado podem acrescentar muito no desenvolvimento de suas atividades na Sudecap: “A rotina acadêmica leva o profissional a fazer questionamentos, formular hipóteses, investigar as possibilidades e chegar à solução do problema. Esse comportamento é fundamental para qualquer profissional, seja do poder público ou da iniciativa privada. Além disso, os bioherbicidas derivados da sorgoleona estudada no meu trabalho podem ser utilizados futuramente pela Prefeitura na manutenção das áreas verdes espalhadas pela cidade, como praças e jardins, que necessitam de produtos herbicidas menos nocivos, uma vez que são frequentados pela população para atividades de lazer.”

Sudecap participa de 30 dos 40 Projetos Sustentadores

 

O Programa Metas e Resultados, apresentado pelo prefeito Márcio Lacerda no dia 27/08, envolverá a Sudecap em 30 dos 40 Projetos Sustentadores que compõem seu novo modelo de gestão.
A Sudecap ficará responsável por executar, supervisionar e acompanhar 30 projetos que envolvem infraestrutura em 11 áreas de resultados. De acordo com as informações da Divisão de Controle de Empreendimentos (DG/DCEM), a participação da Sudecap está concentrada nos projetos que envolvem as áreas de saúde, educação e mobilidade.
Os projetos incluem construções de UMEI’s para a área da educação; do Hospital Metropolitano; de novos sistemas viários para facilitar a mobilidade da capital; de espaços culturais e de atendimentos sociais; e a manutenção de áreas públicas; entre outros.
Dos 7,5 bilhões de investimentos para o Programa, a área que consumirá a maior fatia dos recursos será a mobilidade urbana, que terá investimentos em projetos como o Corta-caminho e a construção de corredores exclusivos para ônibus nas principais avenidas. Essas ações executadas pela Sudecap, em parceria com a BH Trans, têm o objetivo de minimizar os problemas do trânsito de Belo Horizonte, que registra um veículo para cada grupo de 2,4 moradores.
Para a área de educação, o Programa prevê a concentração de investimentos na educação infantil com a construção de mais de 100 UMEI’s aprovadas recentemente pela Prefeitura. A área de saúde terá investimentos para a reforma e ampliação de unidades de saúde e a construção do Hospital Metropolitano no Barreiro, que teve o projeto apresentado pela Diretoria de Projetos da Sudecap no dia 06/08 e está em fase de adaptações orçamentárias.

Programa Metas e Resultados

O BH Metas e Resultados é um processo de planejamento estratégico da Prefeitura com o objetivo de dar maior eficácia à gestão pública, estabelecendo metas e buscando resultados, tendo como norte a busca da justiça social e a melhoria dos serviços prestados aos cidadãos.
O planejamento estratégico é sustentado por 40 projetos distribuídos em 12 áreas de resultado. A população pode conhecer o Programa BH Metas e Resultados e acompanhar o desenvolvimento dos projetos pelo site: www.pbh.gov.br/bhmetaseresultados.

DO realiza III Seminário de Qualificação Técnica e Inovação Tecnológica

Dando continuidade a uma série de treinamentos com a equipe da Sudecap,  a   Diretoria Operacional realizou o III Seminário de Qualificação Técnica e Inovação Tecnológica, no auditório da PBH no dia 21/08. Participaram do evento representantes das diretorias Operacional, de Projetos e de Planejamento e Gestão, além de convidados da Smurbe e do DER-MG.
Foram oferecidas as palestras: A utilização da tecnologia na execução de projetos viários, com o palestrante eng. Cláudio Marcelo Ribeiro, Strata Engenheria; O pavimento de concreto em vias urbanas, por Luiz Carlos Grossi, ABCP/MG e Grossi Consultoria; e Sinalização Viária por Afonso Henrique Fraga e Janaína Amorim, ambos  da Tectran.
No discurso de abertura, o Diretor Operacional, Roger Gama Veloso, enfatizou a importância dos seminários para a qualificação e atualização do corpo técnico da Sudecap. “Esse contato com o que há de mais moderno em tecnologia no mercado de engenharia é importante para otimizar, cada vez mais, a relação custo x benefício na execução de obras públicas”, disse.
Durante o evento, os participantes, além de conhecer as novas tecnologias, puderam esclarecer dúvidas quanto à utilização e aplicação na execução das obras da PBH supervisionadas pela Sudecap.

Gerentes da Sudecap conhecem metodologia de Diagnóstico da Saúde Global do Servidor da PBH

A Secretaria Municipal Adjunta de Recursos Humanos (SMARH), com apoio da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), apresentou, no dia 18/08 no auditório do 9º, para os gerentes da Sudecap o “Diagnóstico Global da Saúde do Servidor e Empregado Público da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte”. O objetivo desse diagnóstico é identificar os principais problemas e necessidades dos servidores e empregados públicos municipais quanto à saúde, trabalho e a interrelação saúde e trabalho, para subsidiar a Prefeitura na proposição de ações e programas de intervenções individuais e coletivas, no campo da promoção e da atenção integral à saúde. A proposta metodológica foi apresentada pela psicóloga Rosemary Carrusca, gerente da GSPM/SMARH, e consiste em um questionário autoaplicativo, formado por oito blocos com questões de múltipla-escolha que visam analisar a causa de estresse dentro do ambiente de trabalho e distúrbios psíquicos menores que prejudicam a saúde, afetam do rendimento profissional e aumentam os níveis de absenteísmo. O questionário estará disponível na intranet a partir do mês de setembro e todas as informações prestadas terão a garantia de sigilo absoluto. Durante a apresentação os gerentes tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas e foram conscientizados da importância de incentivar os seus subordinados a responder ao questionário.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.